Jejum Intermitente
Melhor método para emagrecer?

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba por email conteúdos sobre Saúde e Qualidade de Vida

Por

De forma prática, o Jejum intermitente é um método de emagrecimento que tem como base a intercalação de períodos de jejum com períodos de alimentação. A ideia do método é fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura através do balanço calórico negativo.

Normalmente, são indicadas de 10h a 24h de jejum, que podem ser feitos diariamente ou somente em alguns dias da semana. Além disso, os intervalos em que a alimentação é permitida são chamados de janelas de alimentação. Ou seja, fora deles, a pessoa deve ingerir somente líquidos que não possuam calorias, como água (com ou sem gás), chás e café sem açúcar.

Em outras palavras, o Jejum intermitente cria uma restrição calórica e faz com que nossos níveis de insulina fiquem mais baixos. Como consequência, nossas células de gordura liberam os ácidos graxos armazenados, para serem usados como energia. E é exatamente isso que o jejum intermitente nos proporciona. Ele permite que os níveis de insulina caiam o suficiente, por um tempo ideal, para que possamos queimar nossa gordura. 

Diante disso, irei te explicar algumas modalidades do Jejum Intermitente e quais os seus benefícios. 

Modalidades do Jejum Intermitente

Atualmente, existem diversas modalidades que podem ser seguidas ao se fazer o Jejum Intermitente. No entanto, existem dois métodos que se destacam mais. Confira abaixo: 

Método LeanGains

criado pelo sueco Martin Berkhan, o método recomenda que os homens devem fazer jejum de 16h, com janela de alimentação de 8h. Já as mulheres devem ficar em jejum por 14h e se alimentar durante um período de 10h. Durante o jejum, é permitido apenas o consumo de água, chá e café sem açúcar.  Por exemplo, você pode pular o café da manhã e restringir seu período diário de alimentação a 8h, como das 13h às 21h. Em seguida, você jejua por 16h.  

Parar, Comer

consiste em fazer 24h de jejum, uma ou duas vezes por semana, sendo permitido consumir apenas líquidos sem açúcar durante o período de restrição. Por exemplo, quem aderir a esse método não pode comer desde o jantar, em um dia, até o jantar no dia seguinte.

 

Portanto, todos os métodos irão proporcionar a perda de peso, desde que você não compense comendo muito mais durante os períodos de alimentação. Além disso, fazendo uma breve comparação entre os métodos é possível notar que as vantagens deles estão atreladas diretamente com os horários e o seu objetivo. 

Por isso, é recomendado que ao iniciar algum jejum você tenha acompanhamento profissional, pois ele irá te indicar o melhor caminho a ser seguido. 

Vantagens do jejum intermitente

Embora algumas pessoas se assustem com a quantidade de horas sem se alimentar, quando o método é bem aplicado o jejum pode promover alguns benefícios à saúde, por exemplo, melhora no hormônio do crescimento humano (HGH), baixa nos níveis de insulina, reparo celular mais rápido e mudança na expressão genética. Confira:

Hormônio do crescimento humano (HGH): os níveis do hormônio do crescimento disparam, chegando a aumentar 5 vezes. Isso tem benefícios para perda de gordura e ganho de músculo.

Insulina: melhora da sensibilidade à insulina e os níveis de insulina caem dramaticamente. Em outras palavras, níveis mais baixos de insulina tornam a gordura corporal armazenada mais acessível de ser utilizada como fonte energética.

Reparo celular: quando em jejum, suas células iniciam processos de reparo celular. Isso inclui a autofagia, onde as células digerem e removem proteínas velhas e disfuncionais que se acumulam dentro das células. Isto é, o seu corpo estará sempre renovando e gerando células novas para armazenar as informações sobre as mudanças corporais. 

Expressão gênica: São mudanças na função dos genes relacionados à longevidade e proteção contra doenças. Ou seja, é uma atualização da transferência de informação genética do DNA para a proteína. Dessa forma, sua informação genética fica sempre atualizada sobre o que vem acontecendo com as mudanças do seu corpo.

Além disso, alguns estudos preliminares apontam que o jejum pode ajudar na saúde do coração. Isso porque o corpo em jejum utiliza uma substância chamada betahidroxibutirato como fonte de energia, que é utilizada mais facilmente pelo organismo. Isso faz com que o coração poupe energia e se estresse menos.

Desvantagens do jejum intermitente

Uma das maiores dificuldades enfrentadas hoje é a adaptação. Algumas pessoas têm dificuldades em se adaptar a ficarem longos períodos sem comer, principalmente, as que têm uma dieta rica em carboidratos simples ou que sempre comem de três em três horas.

Outro problema identificado são as pessoas que efetuam a prática sem acompanhamento devido. As pessoas que fazem os jejuns sem acompanhamento e ficam muito tempo sem comer, durante as janelas de intervalo, podem ter desnutrição, desidratação, hipoglicemia, fraqueza muscular, dificuldades de concentração, entre outros problemas. 

Portanto, é importante a procura de ajuda profissional antes de efetuar qualquer ação envolvendo os métodos de jejuns. Será a partir do acompanhamento profissional, que você começará a ter bons resultados fazendo assim uma melhor utilização do seu esforço. 

Mais importante ainda é saber que o jejum intermitente é contraindicado para diversos grupos populacionais, como: indivíduos com transtornos alimentares, crianças, gestantes, mulheres que estão amamentando e diabéticos usuários de insulina. Na dúvida se você pode aderir a essa estratégia de emagrecimento? Converse com seu médico e com sua nutricionista. 

Na minha experiência 

Na minha prática percebo que alguns indivíduos se adaptam muito bem a essa estratégia e ela se encaixa perfeitamente na sua rotina de vida, já outros indivíduos não se adaptam tão bem. Não há nada de milagroso no jejum intermitente, se você busca mais saúde e emagrecimento uma alimentação balanceada com todos os grupos alimentares é fundamental.

Você pode conseguir isso comendo apenas durante 8 horas do seu dia e ficando 16 horas sem comer, como também pode comendo 6 refeições ao longo do dia. A restrição calórica é o principal fator se você busca emagrecer, e você pode obter isso fazendo jejum intermitente ou não.

Ache uma estratégia que você consiga manter no longo prazo. Dieta boa é aquela que você consegue fazer e manter no longo prazo.

Gostou desse conteúdo?
Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter

Índice

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter

Posts Recentes

Golden Milk: Conheça essa super bebida e seus benefícios para saúde
Dieta Vegetariana: Quais proteínas devo consumir?
Chá verde: Como tomar? Posso tomar?